Escolas

Reunião pedagógica: dicas para engajar os professores

A reunião pedagógica é um processo vital na gestão escolar, mas que depende da participação ativa dos professores. Saiba como engajá-los!

Durante o ano letivo, gestores, coordenadores e professores se reúnem para discutir, planejar e acompanhar os    processos da escola. Esse tipo de encontro, conhecido como reunião pedagógica, é muito importante para o bom funcionamento da instituição de ensino.

No entanto, o que realmente garante o sucesso da reunião é o engajamento dos participantes, isto é, dos professores e coordenadores da escola. A reunião é o momento para que eles possam compartilhar pontos de melhoria e propor ações que considerem efetivas. Mas, para isso, os gestores devem estimular a participação de todos.

Embora seja padrão na escola, a reunião não pode ser engessada. Por isso, reunimos neste artigo algumas dicas que podem te ajudar a engajar mais os professores e transformar a reunião em um momento de união e trabalho conjunto.

Vamos lá?


Boa leitura!


Por que é importante engajar os professores na reunião pedagógica

Como já foi dito, a reunião pedagógica é uma prática vital na gestão escolar. Seu objetivo é tornar a tomada de decisão na escola mais assertiva, levando em conta todos os pontos de vista. Mais do que rotina, ela deve ser eficaz e trazer soluções para a escola.

Além disso, a reunião pode ser útil para motivar e direcionar o corpo docente. Isso porque é um momento para discutir e alinhar os próximos passos, dando atenção às contribuições de todos e estimulando a participação dos envolvidos no dia a dia.

Diante da pandemia e todos os desafios que a educação vem enfrentando, é ainda mais importante que a escola fortaleça seus laços com os professores.

Segundo pesquisa do Instituto Tim, por meio do projeto “O círculo da matemática no Brasil”, cerca de 70% dos professores ouvidos relataram dificuldades em se adaptar às aulas remotas.

Lembre-se que estamos em um cenário de muita instabilidade - e não só na gestão escolar. Nesse momento, a união na escola realmente faz a força. Acolher também significa ser acolhido, e assim podemos encarar juntos os desafios. Para que os responsáveis também participem dos processos da escola, vale desenvolver a pesquisa de satisfação escolar .


Como impulsionar a participação dos professores na reunião pedagógica

Agora que já falamos sobre a importância de engajar o corpo docente, vamos trazer alguns passos e dicas que você pode considerar no momento de planejar a reunião pedagógica da sua escola. Confira!


1. Planejamento e pauta bem definida

A regra é clara: para uma reunião objetiva, comece sendo objetivo. Afinal, nada melhor que dar o exemplo, né?

Planejar a reunião inclui definir a data, horário, local, objetivo e temas que serão debatidos. Assim, todos os participantes podem se preparar para a pauta em questão, levar suas dúvidas e sugestões. Desta forma, a equipe também aproveita melhor o tempo, indo direto ao ponto.

Não esqueça de compartilhar a agenda da reunião com todos os professores e coordenadores da escola.

Pode parecer um ponto simples, mas já é um ótimo começo. Ninguém gosta de ser pego de surpresa ao ser questionado sobre algum assunto que ainda não teve a oportunidade de refletir antes. Ao dar tempo para as pessoas pensarem, você estimula a participação ativa.


2. Seja receptivo

Crie um ambiente acolhedor, de respeito e construção coletiva. Para que a equipe compartilhe suas opiniões, é essencial que os gestores demonstrem real interesse em ouvir e entender.

Procure demonstrar que o problema de um professor é o problema de toda a escola, ou seja, crie o sentimento de pertencimento. Não importa o nível de hierarquia, a reunião pedagógica deve ser focada em um objetivo comum: melhorar a escola.

Essa abertura pode não acontecer da noite pro dia - é uma construção a longo prazo. Ou seja, comece a criar essa cultura degrau por degrau. Aos poucos, mais e mais pessoas vão começar a participar.


3. Promova o desenvolvimento da equipe

Gestores escolares devem se manter sempre atualizados, mas não são os únicos. A educação continuada (ou lifelong learning ) parte da premissa de que o aprendizado não tem hora para acabar e, na área da educação, ela faz ainda mais sentido.

Portanto, a reunião de professores também pode ser uma oportunidade de inserir atividades e dinâmicas. Afinal, investir no desenvolvimento dos colaboradores é uma excelente forma de motivá-los e trazê-los para mais perto.


4. Crie planos de ação

Ouvir as dores e dificuldades dos professores não é o bastante, é preciso agir. Para isso, devemos traçar planos de ação para solucionar os problemas levantados na reunião.

Documente o plano de ação em um arquivo ao qual toda a equipe envolvida tenha acesso. Lembre-se também de acompanhar os avanços e retomar o assunto nas reuniões seguintes, para dar sequência ao que foi alinhado.


Como ter mais tempo para a reunião pedagógica

Na gestão escolar, o tempo é um bem precioso - e raro. Como você sabe, o gestor escolar lida diariamente com uma série de processos, muitas vezes burocráticos, e resta pouco tempo para dedicar ao corpo docente. Acontece que, para implantar melhorias na qualidade de ensino da escola, o relacionamento entre gestores, professores e coordenadores deve ser transparente e sólido.


Você deve estar se perguntando "mas como conciliar tantas funções?".

Com o isaac, seu novo parceiro de gestão financeira escolar, você diz adeus à burocracia e ao estresse com atrasos e inadimplência. O isaac garante a estabilidade financeira que a sua escola precisa e te dá o tempo livre necessário para focar no que realmente importa: educar.

Clique aqui e saiba mais sobre como podemos te ajudar!

Receba conteúdos
sobre educação
no seu e-mail!

Obrigado, seu contato foi recebido!
Opa, deu um erro ao enviar o formulário